Portal no Facebook Portal no Twitter Portal no YouTube Blog do Portal Portal nas Redes Sociais

Portal Terceira Idade
Notícias do Cidadão Notícias do Cidadão Espaço Livre Espaço Livre Shows e Eventos Shows e Eventos Cursos e Atividades Cursos e Atividades Parcerias Parcerias Direitos 3a.Idade Direitos 3a.Idade

Diálogo Aberto

Enquete "Você acha
que...?"
Enquete
Cadastre-se Cadastre-se
no Portal
3a.Idade!
Busca Procurando
algo no site?
Busca
Pesquisa Links para
Pesquisa
Mural de Trocas Anuncie
seu produto!
Mural
de Trocas
Fale Conosco Dúvidas?
Sugestões?
Críticas?

Fale
Conosco
Dicas de Internet "Download"?
"Browser"?
Dicas
de Internet

Colméias da 3a.Idade
Colméias da 3a.Idade
Escolha o seu assunto e participe de nossas salas de chat temáticas

Página inicial de Direitos da 3a. Idade
Direitos da 3a. Idade

Dia do Idoso - Reflexão

Dia do idoso ou uma Ode ao óbvio
A data significa um dia para valorizar e enaltecer as conquistas em prol do idoso, e não para vender bugigangas e bombardear as pessoas com mais propaganda do que conseguem assistir
Por: Thiago Bonatto Longo
Advogado, trabalha com causas cíveis, familiares, empresariais e trabalhistas na Advocacia Assessoria Jurídica (OAB/SP 220.148)
Fale com as colunistasFale com o colunista
Fale com o colunista

foto colunas


leitor terá que permitir a este colunista arriscar algumas considerações sobre o que entende ser uma das únicas datas comemorativas que ainda conservam a sinceridade original de sua criação. O dia do idoso é, de verdade, uma homenagem a seu dono, desvinculada e despida da distorção de foco e interesses que contamina a maioria das datas comemorativas. O comércio!!

O dia do idoso tem um tom diferente. Sua criação soa uma espécie de sinal, ainda que incipiente e embrionário, de alguma consciência social, através da qual realmente se constituiu um dia para valorizar e enaltecer as conquistas em prol do idoso, e não para vender bugigangas e bombardear as pessoas com mais propaganda do que conseguem assistir. Um dia para relembrar, honestamente, as pessoas que realmente contribuíram para construir o país, a família e a nós mesmos. Um paradoxo em si mesmo. Louvável em sua existência, pois foi reconhecida a importância de seu homenageado. Lamentável pela necessidade de sua criação, já que deveria ser ato espontâneo.

Digo lamentável porque me lembro de lugares como o Japão, onde a “batchan” é respeitada e valorizada por seus anos vividos e experiência que pode ensinar. Coisa que os nipônicos aprendem de berço. Cultura inata. Diferente de nosso Brasil brasileiro, o “mulato inzoneiro”, que parece só ter olhos para a “garota de Ipanema”, mas quando ela enruga já perde o interesse. Talvez seja por conta de nossa pouca idade como nação, perto dos milênios asiáticos. Quem sabe o que nos falta não são anos vividos como sociedade, para aprender a valorizar os mais vividos também... Há coisas que só a passagem do tempo concede.. a beleza da profundidade do olhar, a calma do sorriso, a maturidade espiritual enquanto povo. Devemos sim comemorar este dia, como uma bela tentativa de combater nossa aparente tendência à superficialidade e ao louvor desmedido a um conceito equivocado de “juventude”, como se fosse sinônimo de pouca idade.

Ode

Embora eu, particularmente, considere as datas comemorativas uma triste exaltação ao nosso fracasso em realizar o óbvio por conta própria, quase uma Ode* a nossa incapacidade inata de valorizar certas coisas e pessoas, chegando a soar absurdo que se tenha que fazer uma lei que fixe um dia para lembrar-se da própria mãe, pai, nascimento de Cristo e outras, vejo no dia do idoso uma luz no fim do túnel.

Comemoremos o dia do idoso!! Celebremos esta data tão sincera e verdadeira, em homenagem a igualmente valorosas pessoas. Mas façamos isto rápido. Antes que alguém perceba o nicho comercial e deforme este dia, usando nossa culpa implícita para nos fazer comprar mais bugigangas. Este dia deve sim ser usado como alavanca para elevar nossos princípios morais, para servir de trampolim cultural lançando a nossa sociedade a um patamar mais humano e solidário, onde o idoso venha a galgar sua merecida posição de destaque.

Não façamos deste dia mais uma Ode ao óbvio.
Amem... ou Amém..... como queiram.

*Ode: (do dicionário Michaelis) (substantivo feminino) Composição poética do gênero lírico em que se exaltam atributos de homens ilustres, o amor e outros sentimentos
Fotos/ilustrações: divulgação
Mais sobre o assunto, na internet
R7 > Brasil Escola > Datas comemorativas
Dia do Idoso

O surgimento da data foi em razão de uma Assembleia Mundial sobre envelhecimento, realizada em Viena, na Áustria, em 1982
http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-idoso.htm
Mais sobre o assunto, no Portal Terceira Idade
Notícias > Evento - Dia Mundial do Idoso 2014
Venha dançar com a gente na Avenida Paulista!
No próximo dia 1º de outubro, o Portal Terceira Idade estará celebrando o Dia Mundial do Idoso com um “baile dos anos 1960”, ao ar livre, na avenida Paulista. O evento tem o apoio de SCA/Tena, Drogasil e Nestlé Health Science

Tire suas dúvidas

Fale com nossos advogados
Fale com os advogados do Portal
Tire suas dúvidas sobre causas cíveis, familiares, empresariais e trabalhistas

Outras Colunas

Coluna da Semana
Voltar para
coluna da semana

Portal Terceira Idade® é uma realização da
Associação Cultural Cidadão Brasil
©Todos os direitos reservados
Desenvolvimento, Webdesign e Sistemas: Auika - Web & Graphic Design