Portal Terceira Idade - home Prefeitura da Cidade de São Paulo Telecentros - Prefeitura de São Paulo
Notícias do Cidadão Notícias do Cidadão Espaço Livre Espaço Livre Shows e Eventos Shows e Eventos Cursos e Atividades Cursos e Atividades Parcerias Parcerias Direitos 3a.Idade Direitos 3a.Idade

Diálogo Aberto

Enquete "Você acha
que...?"
Enquete
Cadastre-se Cadastre-se
no Portal
3a.Idade!
Busca Procurando
algo no site?
Busca
Pesquisa Links para
Pesquisa
Mural de Trocas Anuncie
seu produto!
Mural
de Trocas
Fale Conosco Dúvidas?
Sugestões?
Críticas?

Fale
Conosco
Dicas de Internet "Download"?
"Browser"?
Dicas
de Internet

Colméias da 3a.Idade
Colméias da 3a.Idade
Escolha o seu assunto e participe de nossas salas de chat temáticas

Espaço Livre
Espaço Livre

Mensagens

voltar à página anterior

Título/Texto Autor Postado E-mail
UM DEUS QUE NUNCA NOS ABANDONA

De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei. (Hebreus 13:5)

Essa cartinha Junia me deu no Dia dos Pais.

Quinta-feira, 17 de Abril, eu queria porque queria ir a praia!
A Lorena ainda não havia chegado do colégio. Resolvi entrar no mar do Recreio, que delicia! Apesar do mar estar um pouco agitado em algumas partes, e em outras uma "piscininha" gelada e salgada, estava uma delicia! Não me contentei em entrar sozinha e depois de alguns mergulhos chamei meu pai pra me acompanhar! Posso fechar meus olhos e lembrar daquele momento, um perfeito banco de areia se formava. Meu alvo era aquele lugar, as ondas quebravam lá se enfraquecendo até a paria. Independente do que estivesse no caminho até aquele ponto, eu enfrentaria, eu atravessaria ... E para ajudar toda a minha força de vontade, havia apenas ima "lagoazinha", o que me incentivou ainda mais!
Não percebia que a correnteza estava me levando para outro extremo da praia, ondas nos jogava para outro lado. Mas a alegria e a empolgação, o feitiço do mar, nos faziam ir cada vez mais para dentro do mar.
O sonho acabou. Meu primeiro gole de água, ondas e mais ondas...Pavor, medo? Quais seriam as melhores palavras para decifrar aquele momento, aquele sentimento que me possuía?
Cada onda que vinha passava com mais voracidade, cada vez mais longas para agüentar tudo aquilo! Coragem, força, persistência só me tomaram quando consegui ver meu Pai...Ao mesmo tempo em que veio o desespero, algo mais forte me encorajou: meu Pai estava morrendo! De onde eu estava consegui vê-lo. "Senhor, protege meu Pai, salva meu Pai! Eu preciso dele".
A resposta veio rápido! Um salva-vidas veio a mim e eu supliquei: "Busque meu Pai! E se você não conseguir salvar meu Pai, por favor, não volte para me salvar". Não sei como eu estou viva neste exato momento, mas o maior milagre de todos é ter você Pai aqui junto de mim.
Obrigada, Senhor!
Esteja sempre com Deus pois e a unica solução para nos pois nos dara a Salvação.
Sergio Baptista Simões 14/10/2006 envie um e-mail para o autor

Portal Terceira Idade® é uma realização da
Associação Cultural Cidadão Brasil
em parceria com os Telecentros e a Prefeitura do Município de São Paulo
©Todos os direitos reservados - 2005/2006
Desenvolvimento, Webdesign e Sistemas: Kuantika Multimídia