Portal Terceira Idade - home Prefeitura da Cidade de São Paulo Telecentros - Prefeitura de São Paulo
Notícias do Cidadão Notícias do Cidadão Espaço Livre Espaço Livre Shows e Eventos Shows e Eventos Cursos e Atividades Cursos e Atividades Parcerias Parcerias Direitos 3a.Idade Direitos 3a.Idade

Diálogo Aberto

Enquete "Você acha
que...?"
Enquete
Cadastre-se Cadastre-se
no Portal
3a.Idade!
Busca Procurando
algo no site?
Busca
Pesquisa Links para
Pesquisa
Mural de Trocas Anuncie
seu produto!
Mural
de Trocas
Fale Conosco Dúvidas?
Sugestões?
Críticas?

Fale
Conosco
Dicas de Internet "Download"?
"Browser"?
Dicas
de Internet

Colméias da 3a.Idade
Colméias da 3a.Idade
Escolha o seu assunto e participe de nossas salas de chat temáticas

Espaço Livre
Espaço Livre

Mensagens

voltar à página anterior

Título/Texto Autor/
Cidade/
Estado/
Idade
Postado E-mail
MÃE E AVÓ, UMA VIDA COM MUITO AMOR

A experiência da maternidade é única na vida de uma mulher. Viver essa experiência é marcante e profundo, faltam palavras no vernáculo para descrevê-la. Ser mãe para muito além do "padecer no paraíso" é aprender a dividir, compartilhar, abandonar parte da privacidade, construir em conjunto, renunciar, amar de forma incondicional, perdoar, apagar as mágoas, ver o lado positivo de qualidades nem tanto, abrir um espaço na mesa do jantar para mais um, sofrer calada, chorar no escuro, sorrir em horas difíceis, dissimular, estar feliz apesar de, ter alegria em dobro pela felicidade dos filhos, ..., rezar, pedir, agradecer sempre.

Como ser mãe que é ser tudo isso e mais um pouco, também indescritível e inenarrável é a experiência de ser avó. Apenas para repetir outro lugar comum, ser avó é uma espécie de "dupla maternidade"! Amar, sofrer, ser feliz agora em "largo espectro e banda larga".

No longo processo de aprendizagem de ser mãe, começamos por perceber uma nova realidade física, impressa no nosso próprio corpo e passamos a desfrutar também, com o passar do tempo, de novas nuances do mundo psicológico. Sentimentos assim tão interiores, graves e íntimos. Sendo avó, essas experiências viscerais do mundo de dentro atingem o requinte e o quilate do sublime.

Momento marcante, divisor de águas na minha vida, foi o nascimento da minha primeira filha. Muito esperada, tão desejada, fruto de uma paixão intensa, de um amor mágico e de um relacionamento jovem, fértil e promissor. Verdadeiramente inesquecível em termos de sensações e sinestesias foi a chegada do meu primeiro neto, filho da filha primeira. A chegada do filho da minha filha marcou definitivamente a minha passagem da fase de mulher adulta e ainda inquieta para a fase de mulher adulta agora cheia de serenidade, premiada que fui pela suprema sabedoria da vida, por ter descoberto então, novas e perenes formas de amar e sentir.

Tenho hoje muita alegria e satisfação pela vida dos meus quatro filhos. Sinto desde sempre muito orgulho pela existência dos meus cinco netos. São nove seres vivos pulsantes, muito estimados e queridos, cujas células são em última instância, frutos do meu imenso e desmedido amor. Oxalá esses seres vivos únicos e especiais pudessem estar sempre junto a mim, digo isso no plano físico.

Escrevo esse depoimento principalmente aos meus estimados netos, todos freqüentadores assíduos do ciberespaço, para que de tempos em tempos, recebam renovada essa mensagem permanente, de uma avó amorosa, dedicada e presente. Sempre e para todo sempre, reforço, orgulhosa de todos vocês.

Meus queridos: JONATHAS, mestre das artes gráficas e marciais; MIKAEL, que de fato tornou-se veículo da voz dos anjos; MAX, senhor dos mistérios das novas tecnologias; FRANCINE, coração dilacerado de sentimentos mil; e ARIANE, com toda a sua solenidade de uma promissora personalidade do mundo das letras - deixo aqui registrado o meu permanente amor, reconhecimento e dedicação. Que o futuro lhes seja sempre cheio de oportunidades e o presente de uma felicidade sem fim. Tenho a mais absoluta certeza que o "vovô Perselano", hoje habitando uma dimensão outra, teria desejos assim de mesma ordem e natureza.

Também a todas as mães e avós que dividem comigo experiências similares, deixo um abraço amigo e respeitoso. Que as nossas vidas sejam também longas e felizes, cheias de saúde e esperanças, e que possamos colher a cada dia os frutos da semente do nosso amor!
Maria Terezinha Santellano

Porto Alegre
RS

faixa etária não divulgada
21/11/2007 envie um e-mail para o autor

Portal Terceira Idade® é uma realização da
Associação Cultural Cidadão Brasil
em parceria com os Telecentros e a Prefeitura do Município de São Paulo
©Todos os direitos reservados - 2005/2006
Desenvolvimento, Webdesign e Sistemas: Kuantika Multimídia